todos os direitos de desenvolvimento do blog reservados a Entertainment Music Group. Tecnologia do Blogger.

Informativo

>> quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O blog esta em construção!
 Em breve novas promoções, fotos, informações e muito mais... fique ligado!

Read more...

Informativo

Para ver todo o conteúdo do blog oficial da academia é só descer a barra de rolagem até o final da pagina.

Read more...

>> quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Read more...

Aspecto de Segurança no Treino de Força

Um aspecto relevante do treinamento com pesos, citado por Santarém (1999), é a segurança. Dados estatísticos relacionados às lesões na prática desta atividade demonstram que o treino contra resistência é bastante seguro e apresenta um alto grau de confiabilidade. As cargas utilizadas e as amplitudes dos movimentos são bem controladas e adaptadas ao nível de aptidão física de cada indivíduo.
Tomando como referência as lesões musculoesqueléticas, suas ocorrências não são freqüentes, e na maioria dos casos apresentam maior incidência quando o treinamento é realizado através de orientação inadequada, utilização de equipamentos mal projetados e execução de exercícios com cargas máximas (SATARÈM, 1999).
Conforme Santarém (1999), a segurança cardiocirculatória no treinamento de força bem orientado é elevada, logo é caracterizada por um baixo duplo produto (freqüência cardíaca x pressão arterial sistólica) (fig. 01), evidenciado por Macardle ; Katch (1998) como um indicador de trabalho cardíaco relativo, sendo uma estimativa de carga de trabalho do miocárdio. O maior trabalho do miocárdio pode impor um risco desnecessário às pessoas com um suprimento comprometido de oxigênio ao miocárdio, como ocorre na corionariopatia.


Fig. 1 - Estresse cardiocirculatório em diferentes atividades: A) Leg-press com 80% de carga máxima 12 repetições; B) caminhar a 4,8Km/hora em esteira com 8% de inclinação; C) subir escadas a 60-65 degraus/minuto. Adaptado de Benn SJ. et aI. Circulatory responses to weight lifting, walking and stair climping in older males. J Am Geriatr Soc, Feb 44:2, 121-5, 1996. Fonte:Santarém, J. M. Treinamento de força e potência. In: Ghorayeb, N.; Barros T. O Exercício – preparação fisiológica, avaliação médica, aspectos especiais e preventivos. Atheneu, São Paulo: 1999, p.46-268.
O treinamento de força não apresenta fatores predisponentes ao trauma, comuns em diversas modalidades que têm como características: acelerações e desacelerações violentas, mudanças de direção dos movimentos, torções articulares, impacto, quedas e traumas diretos. Logo, um programa de treinamento com pesos bem orientado e adaptado às condições orgânicas de cada indivíduo se constitui em uma prática bastante segura e uma ótima estratégia no combate ao sedentarismo.

Read more...

Planos de Mensalidades

Conheça nossos planos de mensalidades, mais vantagens e maior comodidade para você e sua familia.
ligue agora mesmo:  (16) 3384-1728

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Read more...

Aviso

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."

Direitos de Imagens

As imagens ou fotos que estão no blog são fornecidas por Academia Lucinéa arte e dança.
Todos os direitos de imagem de alunos são reservados por Lucinéa Cândido.


Academia Lucinéa - Centro de Atividades Física Av. Tiradentes nº2.159 Bairro Alto Matão-SP Fone: (16) 3382-1867 E-mail: lucinea.arteedanca@hotmail.com

  © Blogger templates Palm by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP