todos os direitos de desenvolvimento do blog reservados a Entertainment Music Group. Tecnologia do Blogger.

Receitas de sucos naturais

>> quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Aprenda a combinar frutas com legumes e veja como fica refrescante!



Veja em nossos vídeos

Read more...

Informativo de Novembro


Mês de aniversário do blog oficial da Academia Lucinéa Arte e Dança.

 

Dia 17 de novembro o blog fará 1 ano que esta no ar!
Obrigado a todos nossos alunos e internautas que ajudaram a construir nossa história.

Read more...

Sete maneiras de definir a barriga sem abdominais

>> sábado, 20 de outubro de 2012

Monte a combinação perfeita para ganhar tônus e gominhos

A competição é acirrada: de um lado, a vontade em conseguir o abdômen definido. Do outro, a preguiça em encarar o abominável sobe e desce dos abdominais. Entre um e outro, ficam você e a culpa por não dar um fim nessa situação. "Mas existem outras maneiras de definir o abdômen, ganhando tônus e alcançando a hipertrofia dos músculos", afirma o professor Diogo Cestari de Aquino, especialista em fisiologia do exercício e reabilitação cardíaca. É importante ressaltar que não existe um único exercício capaz de realizar esse objetivo. Para tonificar o abdômen, é importante conciliar exercícios de fortalecimento com sessões de treinamentos aeróbios, para diminuir a porcentagem de gordura. Além disso, é preciso trabalhar o fortalecimento e o alongamento dos músculos que mantém a postura equilibrada.

Controle da respiração

O controle da respiração durante a realização de outros exercícios físicos tem como principal objetivo a estabilização do movimento. Por isso, a respiração em si não traz modificações na estética e no fortalecimento da parede abdominal. No entanto, para um indivíduo destreinado, esse estímulo pode ser suficiente para obter pequenas melhorias nesses músculos, como a diminuição da flacidez.

Caminhada e corrida

Os dois exercícios são excelentes aliados na definição dos músculos abdominais. Para conquistar a definição muscular desejada, três fatores são de extrema importância:

- hipertrofia dos músculos abdominais
-diminuição da porcentagem de gordura
-boa postura

A corrida e a caminhada são excelentes aliadas na diminuição da porcentagem de gordura, porque queimam calorias.

Boa postura

Ela é fundamental para eliminar a barriga. A postura inadequada pode ocorrer por um desequilíbrio muscular, evidenciado pela fraqueza da parede abdominal e pelo encurtamento da musculatura vertebral lombar e flexores do quadril. Associado a esse quadro, observa-se aumento da lordose lombar, causa frequente de quadros de lombalgia. Por isso, o fortalecimento e o alongamento das musculaturas favorecem a manutenção ou a melhora do alinhamento postural.

Aulas de yoga

As aulas de yoga podem ajudar na definição do abdômen. Além das técnicas respiratórias que promovem o trabalho dos músculos abdominais profundos, inúmeras posições da prática solicitam fortemente o trabalho abdominal para a estabilização dos movimentos, contribuindo para o fortalecimento da parede abdominal.

Pilates

Os exercícios praticados no Pilates são excelentes aliados na definição da região. Em todos eles, o principio básico é a ativação dos músculos profundos do abdômen, promovendo a correta respiração, a estabilização do centro de equilíbrio e a melhora postural. Além disso, o trabalho dos músculos superficiais do abdômen é extremamente solicitado na execução de inúmeros movimentos, contribuindo para a melhora da definição muscular.

Aulas de spinning

As aulas de spinning podem favorecer o abdômen por auxiliarem na manutenção da composição corporal ou na diminuição da porcentagem de gordura. Assim como a corrida e a caminhada, trata-se de uma atividade aeróbia e que, por isso, ajuda na queima de gordura. Mas, por causa da posição sentada, é importante observar a postura e trabalhar, em conjunto, exercícios para melhorar o equilíbrio postural.

Alongamento

Apesar de não atuar de forma significativa na diminuição da porcentagem de gordura ou no fortalecimento abdominal, as aulas de alongamento podem auxiliar na melhora da definição muscular. Isso porque esses movimentos promovem o equilíbrio postural, fator extremamente importante também para a estética.

Tonificação ou hipertrofia?

A diferença entre o trabalho de tonificação e hipertrofia muscular não está na modificação dos exercícios, e sim na intensidade e volume de trabalho a ser realizado. Para priorizar a hipertrofia, a carga (intensidade) de trabalho deverá ser maior, portanto o volume (repetições) total diminui. Em trabalhos de tonificação muscular, o volume total de trabalho é aumentado, portanto a carga de trabalho fica diminuída (em relação a um treinamento para hipertrofia). Vale lembrar que, para qualquer um dos objetivos, as últimas repetições devem ser realizadas com dificuldade.

(Pesquisa tirada do Site Minha Vida.)

Read more...

Passe longe do câncer de mama

>> sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Exame de toque e mamografia não são as únicas maneiras de se proteger

O Dia Rosa, comemorado dia 29 de setembro em todo mundo, chama a atenção para a prevenção do câncer de mama, que é a doença que mais mata mulheres no Brasil - mais 10 mil óbitos por ano, segundo o Ministério da Saúde. A maneira mais popular para a detecção precoce desse câncer é o autoexame de toque. "Ele ajuda a fazer um diagnóstico precoce da doença, aumentando as chances de cura", diz o mastologista Domingos Auricchio Petti, coordenador do CIAMA - Instituto da Mama do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Já a mamografia e o ultrassom de mama são os exames mais precisos, que podem diagnosticar o tumor na mama. "O rastreamento mais viável para reverter esse quadro é a mamografia. Ela consegue encontrar tumores menores do que um centímetro. Nesse estágio, 95% dos casos são tratáveis", explica o oncologista Ricardo Caponero, do Hospital Albert Einstein.

Além do diagnóstico precoce, existem hábitos que ajudam a evitar o desenvolvimento dessa doença. Saiba quais são eles e aumente a sua proteção.

Exercícios

 Um estudo realizado por pesquisadores norte-americanos, publicado no Journal of the National Cancer Institute, apontou que adolescentes praticantes de exercícios físicos intensos diminuem as chances de sofrer de câncer de mama na fase adulta em até 23%. Nessa análise, a prática de atividade física deveria começar por volta dos 12 anos e durar por pelo menos dez anos para que a proteção contra a doença seja notada. Os pesquisadores relatam que isso acontece porque os exercícios são capazes de reduzir os níveis de estrogênio, hormônio relacionado ao risco de câncer.

"A prática de exercícios físicos deve ser adotada para a vida toda. Ela diminui o estresse e ajuda no controle do peso, fatores que também influenciam no desenvolvimento de câncer de mama", explica o mastologista Domingos Petti.

(Pesquisa tirada do Site Minha Vida.)

Read more...

Informativo

>> quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Aqui você vai achar vídeos que podem ajudar a melhorar a sua qualidade de vida em todos os aspectos: bem-estar, saúde, alimentação, entre outros...

Read more...

Read more...

Aposte no cardápio que espanta os sintomas da menopausa

Soja, peixes e aveia estão entre os alimentos que não podem ficar de fora

Ondas de calor, suores noturnos, ganho de peso, insônia, irritabilidade, entre outros sintomas, são característicos do período. O que caracteriza o período é a queda dos hormônios estrogênio e progesterona, que costuma ocorrer entre os 45 e os 55 anos de idade. "Esses desconfortos podem fazer da menopausa uma das fases mais difíceis para a mulher nos campos emocional e físico. Mas uma dieta equilibrada e suplementos alimentares aliviam os sintomas", afirma a nutricionista Daniela Jobst.

Confira a seguir os alimentos que não podem ficar de fora do cardápio durante a menopausa. A nutricionista Daniela Cyrulin dá uma dica pontual para diminuir o calorão. "Tome uma xícara de chá feito com o galho de frutas vermelhas, como de amoras", recomenda.

Soja apaga o fogaréu

Os efeitos da soja no organismo das mulheres que enfrentam a menopausa, por exemplo, são bem conhecidos. Isso porque ela é rica em isoflavona, um fitoquímico capaz de atenuar os sintomas do fim da fertilidade por participar da produção, do metabolismo e da ação dos hormônios sexuais.

Em outras palavras, as isoflavonas atuam como um substituto do estrógeno (hormônio que sofre notável queda no período do climatério) e contribuem para a manutenção do equilíbrio hormonal. Três colheres de sopa de soja cozida ou uma fatia de tofu equivalem a 50 miligramas de isoflavonas, quantidade diária mínima para os efeitos aparecerem.

"O consumo das isoflavonas presentes na soja diminui a intensidade e a frequência dos calores, da sudorese, das irritações e até da insônia, sintomas típicos da menopausa", afirma a nutricionista Tarsia Tormena, da Unifesp.

Cálcio contra a osteoporose

Muitas mulheres sofrem de osteopenia, que significa a diminuição da densidade mineral dos ossos, e devem se prevenir contra a osteoporose. "Pra isso, devem-se ingerir alimentos ricos em cálcio, tais como leite e derivados, nabo, brócolis, folhas de mostarda e sardinha", explica a nutricionista Daniela Cyrulin, de São Paulo.

A especialista também alerta para o cuidado na hora de consumir alimentos que dificultam ou diminuem a absorção do cálcio na mesma refeição, como os ricos em cafeína (café, chá preto e mate) ou os ricos em ferro (carne, frango, feijão). "Se comer carne no almoço, por exemplo, prepare um purê de batata sem leite", sugere.

Magnésio contra a irritação

Alimentos ricos em magnésio também são essenciais. A deficiência deste mineral no organismo resulta em fadiga e carência de enzimas envolvidas na produção de energia. Prova disso é que uma pesquisa do Instituto de Psiquiatria da Inglaterra mostrou que os níveis deste mineral são mais baixos em pessoas que sofrem de depressão. As oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas) e peixes, como atum e salmão, são ricos nesse mineral.

Sardinha e aveia reduz a fadiga


Estes alimentos são ricos numa substância chamada coenzima Q10, um antioxidante que está envolvido com o processo de produção energética no nosso organismo. "A coenzima Q10 diminui seus níveis com a idade, e a suplementação desta, aumenta a energia, reduz fadiga, além de melhorar sistema imunológico e a textura da pele", explica a nutricionista Daniela Jobst.


Para diminuir o inchaço, diminua o sódio

Para reduzir as quantidades de sódio da alimentação, não basta somente diminuir o sal na comida, mas também diminuir a ingestão de produtos enlatados, conservas e industrializados. "Faça seu próprio molho de tomate em casa e se escolher for consumir conservas, como atum, azeitonas ou palmito, enxague-os em água antes de comer", recomenda a nutricionista Daniela Cyrullin.

Chá branco combate o acúmulo de gordura

O chá branco, mais rico em catequinas que o chá verde, tem um efeito antioxidante aumentado, potencializando funcionamento hepático, eliminação de toxinas do organismo e normalização de lipoproteínas (lavacolesterol). Suas substâncias antioxidantes também aumentam o metabolismo basal, auxiliando no controle do acúmulo de gordura visceral.

(Pesquisa tirada do Site Minha Vida.)

Read more...

Read more...

Comer frutas e verduras melhora o bem-estar mental

Sete porções diárias trazem mais felicidade e satisfação com a vida, aponta pesquisa.

Um estudo desenvolvido pela Warwick Medical School, no Reino Unido, descobriu que comer muitas frutas e vegetais aumenta a satisfação com a vida, o bem-estar mental e a felicidade. Os resultados serão publicados essa semana no Social Indicators Research. 
Os pesquisadores colheram informações sobre os hábitos alimentares de 80 mil homens e mulheres na Grã-Bretanha, que responderam perguntas sobre o consumo diário de frutas e vegetais, a rotina de exercício físico, a situação no emprego e a incidência de hábitos como beber e fumar. Além disso, eles preencheram com notas de 1 a 10 os seus níveis de satisfação com a vida, o bem-estar mental, a felicidade, o nervosismo e a autoestima.
Analisados os resultados, os cientistas verificaram que quem comia cerca de sete porções de frutas e vegetais por dia era três vezes mais satisfeito com a própria vida, se comparado com aqueles que comiam menos. Quanto menos desses alimentos os indivíduos comiam, menos satisfeitos eles eram. O grupo das sete porções ou mais foi o que atingiu o pico de felicidade. A pesquisa não fez distinção entre os tipos de frutas e vegetais.
 Os pesquisadores afirmam que os resultados já eram esperados, uma vez que o consumo de frutas e verduras tem sido relacionado em estudos a diversos benefícios, como um menor risco de doença cardíaca e câncer, além de auxílio no controle do peso e da pressão arterial. Para os autores da pesquisa, as vitaminas e outros nutrientes presentes nas frutas ajudam o organismo a funcionar melhor, influenciando as funções cognitivas e áreas do cérebro responsáveis por combater o mau humor.

Inclua mais frutas e verduras na dieta com esses hábitos

Fontes de vitaminas e minerais, vegetais e frutas deveriam ser consumidos todos os dias em pelo menos cinco porções. Se essa regra ainda não faz parte da sua rotina, preste atenção às dicas das nutricionistas:

Peça suco

A maioria dos restaurantes já oferece opções de sucos naturais no cardápio. Por outro lado, não pense que beber sucos é uma alternativa ao consumo do alimento sólido, já que a bebida é muito mais calórica - por utilizar muitas frutas para fazer um copo - e você não aproveita as fibras presentes no bagaço e na casca.

Carregue na bolsa para o lanche

"Transportar frutas ou pequenos legumes para o trabalho deve ser encarado como um ato de cuidado com a saúde e com o corpo e não como um fardo ou sacrifício", aponta Amanda Epifanio Pereira, do Citen. Para o transporte, existem no mercado desde potinhos plásticos até recipientes no formato de cada fruta. Na ausência de protetores, invista na maçã ou nas cenouras do tipo mini, que são muito resistentes.

Crie vitaminas

Quanto maior a variedade, melhor. Assim, não tenha medo de criar combinações e misturar sabores. O único problema é que o alimento perde parte de suas fibras ao ser batido no liquidificador. Fique atento também para não deixar a bebida muito tempo parada. Ela deve ser consumida imediatamente após o preparo.

Faça combinações

Tem quem diga que as saladas e frutas não têm gosto. Contra isso, uma dica é combiná-las com alimentos que você gosta de comer: frango desfiado, atum, ovo, queijo branco, peito de peru e salmão. Segundo a nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, são opções saudáveis que deixam a refeição mais completa. Nozes, castanhas, sementes de gergelim, ervilha, grão de bico e soja também podem entrar na mistura.
Inove no preparo

Alguns legumes apetecem mais quando cozidos ou refogados. Pense nisso antes de decidir o que vai ser servido cru na salada. "Mas não vale adicionar manteiga ou óleo demais no preparo", afirma a nutricionista Paula Castilho, da Sabor Integral Consultoria.

(Pesquisa tirada do Site Minha Vida.)

Read more...

Aula de Step & Musculação (fotos)



















Fotos de Natália Cândido

Read more...

>> quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Read more...

Você sabe fazer exercícios para combater a obesidade?

A doença exige cuidado especial com a modalidade escolhida e com o ritmo de treino.



A atenção especial nos assentos de ônibus e aviões, o aumento das lojas com roupas em tamanhos especiais e os desfiles próprios para mulheres com medidas grandes não deixam dúvidas: a obesidade aparece cada vez mais como um problema de saúde pública e preocupa as autoridades no assunto. De acordo com dados do Ministério da Saúde e da Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), 48,5% da população brasileira está acima do peso e 15,8% é obesa.

Reeducação alimentar e um programa bem elaborado de atividade física formam a dupla imbatível para reverter esse quadro. "Mas o treino de uma pessoa com obesidade é especial, o excesso de peso exige cuidados para evitar lesões e, ao mesmo tempo, proporcionar a queima de gordura e a perda de peso", afirma o fisioterapeuta Evaldo Bósio, da clínica Prime, de São Paulo. Os maiores riscos de um programa sem orientação estão relacionados à sobrecarga nas articulações e ao sistema cardiorrespiratório.

A caminhada para quem tem obesidade:

Até mesmo a caminhada, um dos esportes mais básicos que existe, pode trazer risco a quem está acima do peso. Mas esse exercício não deve ser abolido, já que é fundamental para o emagrecimento. "O melhor a fazer nesse caso é procurar o tênis correto e tomar cuidado com a inclinação do terreno onde a caminhada vai ser realizada, já que ruas muito íngremes podem sobrecarregar os joelhos e a musculatura das pernas", afirma o educador físico Rafael Lago, da Test Trainner. Outros cuidados importantes são associar a caminhada a exercícios aeróbicos de bicicleta (que não geram impacto) e praticar caminhadas na grama e na areia, terrenos que absorvem melhor a pisada, asfalto e esteiras de academia, por sua vez, são mais resistentes e podem causar dores e lesões.

A corrida pode ser praticada se houver obesidade?

O fisioterapeuta Evaldo Bósio explica que uma pessoa com sobrepeso não pode escolher a corrida como primeira atividade para combater o sedentarismo. "A principio ela deve realizar caminhadas orientadas, depois de perder um pouco de peso passar para o trote e depois para a corrida, sempre respeitando o seu condicionamento cardiorrespiratório e com orientação e supervisão de um professor de educação física e liberação médica", orienta o especialista. "Dentre as lesões que uma pessoa com obesidade pode sofrer correndo sem nenhum respaldo profissional estão fraturas por trauma, entorses, lombalgias, fraturas por estresse, tendinites, lesões de menisco e até mesmo artroses no quadril, joelho e tornozelo".

A prática da natação permite um treino totalmente livre de lesões?

Dentre os benefícios que a natação traz para a saúde estão o fortalecimento dos músculos e a chance de queimar calorias de uma maneira prazerosa. Mas o fisioterapeuta Evaldo Bósio conta que, no passado, acreditava-se muito que a natação era um exercício sem nenhum impacto, mas hoje, estudos científicos mostram que o esporte pode causar alguns problemas de coluna, como a hérnia de disco. "A coluna foi feita para absorver o impacto do corpo e não para sofrer movimentos de torção, causados nos movimentos da natação", explica.

Já a hidroginástica:

A hidroginástica é uma excelente escolha para quem tem obesidade, isso porque a atividade eleva a frequência cardíaca - o que garante a queima de calorias e a perda de gordura - gerando mínimo impacto das articulações. O fisioterapeuta Evaldo recomenda que os exercícios da hidroginástica sejam feitos de maneira individualizada, respeitando os limites e condições físicas de cada pessoa.

Se faltar fôlego durante a atividade aeróbica:

A falta de ar durante os exercícios físicos indica que as moléculas de oxigênio não estão sendo adequadamente absorvidas pelo sangue, essa é uma resposta normal, principalmente em que está iniciando a atividade. "Para evitar a parada brusca, o ideal é, assim que faltar o fôlego, diminuir o ritmo até a respiração voltar ao normal", afirma o educador físico Carlos Henrique Costa Sapucaia, Instrutor de atividades físicas do SESCSP Belenzinho.

Em que momento a musculação deve ser feita:

As atividades aeróbicas são sempre indicadas, já que são as principais responsáveis pela perda de peso. Mas a musculação bem orientada, tomando cuidado para proteger as articulações, pode e deve ser feita desde o começo do processo de emagrecimento. "Uma musculatura mais forte e ativa representa um gasto calórico em repouso, ou seja, a atividade acelera o seu metabolismo", explica Rafael lago. Após o período de adaptação aos treinos uma boa opção é o treinamento em circuito, que mistura no mesmo treino musculação e estímulos aeróbios com um tempo reduzido de intervalo entre as séries dos exercícios.

Quem tem obesidade, antes de iniciar a atividade física deve:

Uma equipe multidisciplinar é fundamenta para que quem tem obesidade emagreça de forma saudável. O médico é quem diz como anda sua saúde, pede exames, detecta problemas e trata, eventualmente, alguma doença. O educador físico determina quais exercícios você fará e a forma que eles devem ser realizados. A nutricionista vai prescrever a dieta mais adequada para a perda de peso e o fisioterapeuta vai corrigir as alterações posturais que o sobrepeso gera no corpo.

(Pesquisa tirada do Site Minha Vida.)

Read more...

>> terça-feira, 9 de outubro de 2012

Read more...

Sete dicas de especialistas para fazer o treino render mais

Cinco personal trainers entregam os segredos para ter resultados rápidos.

Muitas vezes você treina por meses a fio, mas o fortalecimento e o ganho de massa muscular ou os resultados da perda de peso demoram a aparecer. Muitas vezes, o que está faltando é um pequeno ajuste na sua série de exercícios ou nos seus hábitos da vida, em geral, como o cardápio escolhido por você. Para ajudar você a aumentar o seu rendimento fomos ouvir um time de personal trainers. Eles dão dicas do que costumam fazer para obter resultados mais rápidos e duradouros. Confira logo abaixo e tente incorporar essas práticas.

Cuide da alimentação

Todos os profissionais entrevistados foram unânimes quanto à importância da alimentação para aumentar os resultados do treino. O personal trainer Ivaldo da Silva Larentis, especialista do Minha Vida, diz que a alimentação é um forte aliado no treino, seja para perder peso, ganhar força ou aumentar a massa muscular. "O acompanhamento com nutricionista é ideal, pois melhora muito os resultados. Quando há esse acompanhamento, a resposta ao treino, que demoraria um ano, pode aparecer em dois meses, por exemplo", diz Ivaldo.
Além disso, é extremamente prejudicial treinar em jejum. Alimentar-se adequadamente ajuda a render mais e a manter uma intensidade adequada durante o treino. Mas é importante também não comer exageradamente. "São indicados carboidratos de baixo índice glicêmico antes do treino, isto é, com pouco açúcar", explica o personal trainer Carlos Henrique da Costa Sapucaia, do Sesc-Belenzinho (SP). Além de evitar uma hipoglicemia, estes alimentos permitem um melhor desempenho na primeira uma hora e meia de treino. Depois do treino, o recomendado é consumir proteínas e carboidratos para repor as energias.

Hidratar é preciso

A hidratação é imprescindível. "Cerca de 70 a 75% da nossa musculatura é composta de água. Então, não adianta fazer tudo certo e não beber água antes, durante e depois do treino", explica Sapucaia. A ingestão de água deve ser feita diversas vezes e em pequenas quantidades. Tomar muita água de uma vez só pode prejudicar o treino.

Ganhe tempo

A dica da personal trainer Clóe Celentano, eleita personal do ano pela SBPT (Sociedade Brasileira de Personal Trainers), é ideal para quem tem uma rotina agitada: procure atribuir diferentes funções ao treino. "O ideal é conciliar exercícios de fortalecimento com exercícios aeróbios, os grandes responsáveis pela perda de peso", diz.
Experimente mesclar a musculação com a corrida, ou fazer treino em bi-set (realização de dois exercícios consecutivos, sem descanso, para o mesmo grupo muscular). Mas a recomendação da especialista é alternar os grupos musculares, intercalando as séries com dois minutos na esteira. "Dessa forma, a frequência cardíaca é mantida elevada durante todo treino, o que faz com que o treino tenha uma prioridade aeróbia, aumentando o gasto calórico e metabolização das gorduras de reserva", explica Clóe. Se optar por fazer um treino de musculação tradicional, procura correr após a musculação, pois assim a metabolização de gordura será aumentada.

Não deixe seu treino acomodar

O personal trainer Ivaldo indica a mudança rápida da intensidade do treino para não cair na monotonia. Isto é, a cada duas semanas, deve ser aumentado o número de repetições. "Se na primeira semana de treino você faz quatro séries de seis, na segunda o número de repetições pode ser de nove, e na terceira de doze. Só depois a carga deve ser aumentada, pois as repetições levam ao aprendizado correto de como fazer o movimento, evitando que haja lesões ao colocar mais carga", diz ele.

Faça exercícios que você gosta

É importante fazer exercícios conforme a sua preferência, assim você mantém com mais facilidade a regularidade do treino. Quanto mais variado melhor, mas não deixe de fazer o tipo de exercício que você gosta. Caso haja algum exercício que te desagrade ou que e te deixe constrangido, converse com o seu professor para substituí-lo por outro que tenha o mesmo objetivo.

Mude o estilo de vida

As pessoas que seguem hábitos saudáveis costumam sentir os resultados mais rápido. Procure dormir melhor e ter uma alimentação mais saudável, além de praticar exercícios. As metas devem ser graduais, porém reais. "Se você bebe bebida alcoólica três vezes por semana, passe a beber em apenas um dia, aos finais de semana, por exemplo" recomenda Givanildo Holanda Matias, diretor da Test Trainer e especialista Minha Vida. Mesmo com as mudanças graduais, os resultados serão alcançados.

Não perca o foco

Muitos alunos começam o treino com um objetivo muito forte, como perder peso, ganhar músculos ou ganhar fôlego, mas com o decorrer deste processo perdem o foco por não ter o hábito do exercício ou não ter paciência para esperar os resultados. Por isso, a determinação é um ponto importantíssimo para quem treina. "Quem se deixa levar pela preguiça ou fica desmotivado costuma espaçar os treinos, passam a ir à academia apenas uma ou duas vezes por semana. Isso atrapalha ainda mais os resultados. É importante treinar pelo menos três vezes por semana. Mas essa frequência deve ser pré-definida por aluno e professor em conjunto", explica Adriano Coronato, personal trainer de São Paulo.

Aumente a carga!

Para ter bons resultados é importante uma avaliação individual para determinar a intensidade da atividade física. "É fundamental aumentar a carga, mesmo que você sinta o esforço. A dor deve ser tolerável, saudável. A dor é um dos parâmetros para avaliar o fortalecimento", explica o educador físico Carlos Henrique da Costa Sapucaia. Mas vale relembrar que o aluno nunca deve aumentar sua carga por conta própria. Procure sempre orientação do professor ou personal trainer. E ainda, a dor tem que ser muscular, e não articular, e durar entre 48 e 72 horas aproximadamente. Uma dica do Carlos Henrique é alternar os grupos musculares. Se na segunda-feira você treinar o peitoral, na terça-feira exercite braços ou pernas, por exemplo. Assim, você dá tempo para o músculo descansar.

(Pesquisa tirada do Site Minha Vida.)

Read more...

Por que o ballet?

>> quarta-feira, 3 de outubro de 2012

São inúmeras as razões para a prática do ballet e a principal delas é o prazer de dançar!

O ballet clássico é a base de todas as danças.

Proporciona postura, equilíbrio, leveza e flexibilidade.

Desenvolve a inteligência, a disciplina, a musicalidade e a sensibilidade.

Os praticantes ficam envolvidos com a arte, indispensável para a vida.

Todos podem praticar independente de condições físicas, talento, sexo ou idade.

O ballet ajuda no cuidado do corpo e a lidar com as emoções.

Na academia Lucinéa ainda é incentivado o espírito de amizade, respeito e carinho.

Podemos concluir que o ballet faz bem ao corpo e à alma!

Read more...

O Ballet



"Nós podemos definir a dança como expressão de sentimentos através da movimentação."

Read more...

Os Benefícios do Ballet



Comentário de uma mãe sobre os benefícios do ballet clássico:

" Acredito que é parte da educação de uma criança. O ballet ensina disciplina pessoal e desenvolve o gosto e apreciação da música, desde muito pequeninos”.

Esse é o benefício para o aluno. Mas que benefício têm os pais mandando seus filhos aprenderem ballet? Sobretudo, o ballet envolve os pais com o desenvolvimento das habilidades de seus filhos.Essa deve ser uma experiência muito agradável pois os pais têm a oportunidade de compartilhar com seus filhos, a conquista de seus objetivos e ver como eles crescem com confiança e maturidade.
O Ballet Clássico dá ao estudante uma educação global e pode ser feito por qualquer criança que queira experimentar o prazer do movimento.

O Ballet Clássico consiste de três elementos interelacionados: Técnica, Música e Atuação. Os estudantes ganham disciplina da mente e do espírito, assim como do corpo. Permite que eles se expressem como indivíduos, artísticamente, o que pode ser passado para os outros aspectos de suas vidas.

Para todos os estudantes, os benefícios do treinamento de ballet clássico são logo vistos:
  •       desenvolvendo a sociabilidade e novas amizades.
  •       encorajando a disciplina física e o controle e conhecimento de seu corpo
  •       inspirando um senso de confiança física e mental
  •       encorajando uma boa postura e habilidade corporal
  •       ententendo a relação entre música, rítmo e movimento controlado.
  •       promovendo o conhecimento de outras formar de arte, associadas ao ballet clássico
  •       ensinando-lhes o gosto pelas artes cênicas.

Read more...

Dicas de Saúde

>> segunda-feira, 1 de outubro de 2012


"Recomenda-se consumir de três a cinco porções de frutas diariamente, mas grande parte da população brasileira não consome sequer um exemplar do alimento por dia", diz a nutricionista Maria Beatriz, do Hospital do Coração. E em um país com tanta variedade, não há justificativa para a falta de disciplina.

Alguns exemplos de frutas benéficas para o coração são o açaí, que oferece gorduras relacionadas à redução do colesterol ruim; a jabuticaba, rica em flavonoides que impedem a formação de coágulos e ajudam a reduzir a pressão arterial; a melancia, que combate a aterosclerose (formação de placas gordura nos vasos sanguíneos) e o cupuaçu, que graças à fibra solúvel pectina ajuda a manter bons níveis de colesterol.

Read more...

Aviso

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."

Direitos de Imagens

As imagens ou fotos que estão no blog são fornecidas por Academia Lucinéa arte e dança.
Todos os direitos de imagem de alunos são reservados por Lucinéa Cândido.


Academia Lucinéa - Centro de Atividades Física Av. Tiradentes nº2.159 Bairro Alto Matão-SP Fone: (16) 3382-1867 E-mail: lucinea.arteedanca@hotmail.com

  © Blogger templates Palm by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP